Letra: Traduzido do ital­i­a­no para o por­tu­guês por Ana Spi­na, 1955.

Música: Aurelia, , 1864.


Ó Rosa de Saron, ó Igreja de Jesus,
O teu celeste Esposo à glória te conduz;
Prepara-te, pois Ele mui breve voltará;
A glória que te espera, já preparada está.

Com celestiais adornos espera o teu Senhor,
Vestida de justiça e do divino amor;
Dileta és de Cristo, que vida te doou;
A fim de resgatar-te, Seu sangue derramou.

É grande tua glória, ó Rosa de Saron;
Consgra-te a Cristo, de todo o coração;
Em breve, no Seu reino, gloriosa entrarás,
E a face do Esposo, no céu, contemplarás.